• Sala de Fotografia

Descrevendo Fotografia / Testemunho de Roberta Tavares - Revista Sala de Fotografia

💌 A seção Vozes da Revista Sala de Fotografia nº 6 também contou com um artigo de Roberta Tavares: mentora, editora e consultora de fotografia, codiretora da caravana da Magnum no Brasil, e diretora criativa do Miami Photo Fest. Leia o artigo na íntegra abaixo, ou acesse a revista neste link.


Descrevendo Fotografia / Testemunho de Roberta Tavares


"É sobre curiosidade ...


O primeiro olhar seduzindo a mente. Alguma pretenção para justificar a natureza inquieta e faminta da avaliação, que aflige o direito de ter algo a dizer e de ser absorvido pela reticência (e eu amo isso). Algum alarme apaixonado para intrigar o que é apresentado como paixão, desfragmentar verdades, encontrar o requintado nas bordas, nas periferias, sugar as contradições da vida. A curiosidade pode ser letal, mas que vida você escolheria para si mesmo? Se ser curioso, isso me torna um investigador, um candidato a risco voluntário, uma esponja de conhecimento, um observador obcecado, o atleta que aprende mais do que pratica, um predador do senso comum, às vezes herói, às vezes inconveniente. Estou aqui segurando o mapa. Isso ainda me deixou pendurada nas maneiras intrépidas de seguir essa bússola. Por favor, diga-me que este não é o caminho certo. Atreva-se!


É sobre significado ...


Há algum tempo, pensei em qual seria o objetivo final: o legado. Fazer sentido, fazer a diferença, espalhar a mensagem, converter, tocar, mudar, liderar a revolução. Para se chamar "alguém". Nos últimos dias, aprendi que se trata também de ser o alvo, a ferramenta de inspiração, receber a mensagem, convergir, ser tocado, quem muda e quem apóia a revolução. Reconhecê-los e permitir-lhes trazer o significado. Para ser o 'alguém' deles, fazer o seu melhor e fazê-lo bem. A significância ainda tem a ver com grandeza.


É sobre poder ....


Não tema a adversidade, cumprimente o desconhecido, dê crédito ao inesperado, reaja e sinta o peso do impacto. O poder vem com responsabilidade e um compromisso silencioso para gerenciá-lo.

É sobre exposição ....


Hora de sair da zona de conforto ... de abraçar o estranho, a singularidade das diferenças, cavar fundo e sofrer, se arrepender e se você sobreviver a isso, encontrar o meio termo de prêmios pessoais e lembretes de vulnerabilidade


É sobre dualidades ...


Gostar e comprar, fazer por si e pelos outros, as pistas do certo e do errado, o que vejo e o que você traduz, para caminhar entre o perigoso e o excitante, o humilde e o gênio.


É sobre liberdade...


É você na estrada e sem garantias ... lidando com o verdadeiro dilema ... você pode honrar suas escolhas, pode ser o aventureiro em busca delas? Eu sei pelo que sou apaixonada. Você?


É tudo sobre fotografia...


Curiosidade, significado, poder, exposição, dualidades e liberdade.

É tudo sobre mim….


É humildemente sobre mim ... é pretensiosamente sobre minha maneira pessoal, sentimental, íntima e subjetiva de abordar a fotografia, de me viciar: minha heroína, minha cocaína, para ser questionada e liberar minha vontade de sentir. Se você puder falar comigo nesse idioma, apesar de qualquer erro de linguagem e sentenças confusas surgirem, se puder me encontrar pacientemente nessa familiar e inquieta estrada, se conseguir se reconhecer vagando (onde é claro que é bem-vindo), então você pode adicionar uma nova aventura às suas experiências ... e de repente se torna sobre você e é hora de dizer 'Ah, sim ... é isso. Me dê um trago '


De uma viciada por fotografia e reticências..." - por Roberta Tavares



📸Foto: Liliane Giordano


#RevistaSaladeFotografia #revistaonlineegratuita #revistadefotografia #artigodefotografia #CarlosCarvalho #fotografia #fotografiaCaxiasdoSul

0 visualização
  • Facebook Clean

2016 @Sala de Fotografia - Caxias do Sul