• Facebook Clean

2016 @Sala de Fotografia - Caxias do Sul

 

Sobre Liliane Giordano

Curiosidade. Mais do que paixão por fotografia, foi a curiosidade por processos que conduziu Liliane Giordano ao mundo das câmeras. Sempre querendo saber mais sobre máquinas, a hoje fotógrafa foi parar na informática. Tentando descobrir o que acontecia por dentro de um computador, construiu uma sólida carreira de 18 anos nesta área. Mesmo assim, a fotografia nunca esteve muito longe de suas mãos – a primeira aquisição com o primeiro salário do primeiro emprego foi, justamente, uma câmera. E o gosto pelo mundo da imagem vinha não pelo resultado da fotografia em si, mas pelo que acontecia no processo, como a câmera funcionava e qual era a reação das pessoas frente a isso.

 

E assim a mudança de área foi natural, sobretudo com o advento da fotografia digital, que permitiu a Liliane combinar os seus conhecimentos em informática com o mundo da fotografia. Ela aproveitou a oportunidade do surgimento do curso superior em Fotografia na UCS, um dos primeiros do Brasil, para obter a graduação nesta área em 2005. Ainda,  é graduada em Tecnologia em Processamento de Dados pela UCS (1997) e possui especialização em Ciência da Computação pela UFRGS (2000).

 

Em 2007, iniciou a Sala de Fotografia, onde passou a dar cursos de fotografia – mais uma vez, focada no processo: queria saber como os alunos reagiam ao curso, o que mudava em suas vidas. Pouco a pouco, isso se tornou um percurso didático no qual as aulas não focam apenas no resultado da foto que este aluno produz, mas contribui para a sua leitura da visualidade como um todo.

 

Mesmo assim, Liliane nunca deixou de fotografar, fosse eternizando momentos como retratos de famílias, festas, casamentos, formaturas; fosse paisagens nas dezenas de expedições fotográficas nacionais e internacionais que conduziu a frente da Sala de Fotografia nestes 8 anos. Sua máxima atenção aos detalhes fazem dela uma fotógrafa observadora que revela aspectos distintos por meio de suas lentes.

 

Por acreditar que a formação de um fotógrafo também deveria vir da arte, e em busca de maiores referências para a docência – algo que exerceu ao longo de toda a sua vida profissional – a fotógrafa tornou-se mestre em Educação: arte, linguagem e currículo na UFRGS (2013-2016). Sua dissertação é baseada na experiência a partir do Curso de Fotografia como uma proposta de imersão no processo da fotografia e na leitura de imagem.

 

Ao longo de sua trajetória na fotografia, foram cerca de 20 exposições individuais, em torno de 30 exposições coletivas, oito premiações, diversas participações em bancas julgadores de concursos fotográficos, mais de cem turmas no Curso de Fotografia e mais de mil alunos na Sala de Fotografia. Clique aqui para ver seu Currículo Lates completo. Hoje, o foco do seu trabalho está em atividades nas artes visuais, no processo de aprendizagem em fotografia, projetos de identidade visual e fotografia autoral. Ainda, atua como curadora  para exposições fotográficas, em busca também da fotografia como arte.

 

Agora, Liliane vai em busca de novos horizontes para a sua fotografia. Além da ampliação de cursos na Sala de Fotografia, lança, em parceria com a também fotógrafa Thayne Andrade um projeto para fotografar casamentos. O objetivo é ressaltar que um casamento é um acontecimento importante para a história da família, e que estas imagens vão se perpetuar por gerações. Assim, as fotógrafas registram esses momentos sob uma ótica feminina, escassa em um mercado de trabalho essencialmente dominado por homens – sobretudo na fotografia de casamento. As fotografias produzidas, e a diagramação dos álbuns, contam as histórias dos casamentos de uma forma sensível, com realce para cada detalhe.